Ricardo Tanscheit toma posse como novo Vice-Reitor Administrativo
06/08/2019 18:45
Letícia Messias

Professor do Departamento de Engenharia Elétrica, atuou por 12 anos na Coordenação de Orçamentos

O professor Ricardo Tanscheit toma posse como Vice-Reitor Administrativo. Foto: Amanda Dutra

O professor Ricardo Tanscheit, do Departamento de Engenharia Elétrica, é o novo Vice-Reitor Administrativo da PUC-Rio. A cerimônia de posse ocorreu na manhã desta terça-feira, 6, na Sala do Conselho Universitário, e foi presidida pelo Reitor da Universidade, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J.. Tanscheit atuou por 12 anos na Coordenação de Orçamentos.

Padre Josafá iniciou a cerimônia com agradecimentos ao antigo Vice-Reitor Administrativo, professor Luiz Carlos Scavarda, que esteve durante 15 anos no cargo. O Reitor ainda anunciou que o professor Scavarda assumirá a partir de agora o comando da nova Assessoria de Articulação Institucional. O objetivo, segundo padre Josafá, é coordenar o fórum de professores titulares, além de tratar de assuntos ligados a pesquisas na área de Engenharia no país e, também, cuidar da articulação com instituições internacionais.

– Quero agradecer a esses quase 16 anos de dedicação do professor Luiz Carlos Scavarda. Ele exerceu de maneira honrosa, com dedicação contínua a essa função difícil, e, ao mesmo tempo, com um senso de responsabilidade muito forte, além do espírito de corpo e amor pela PUC-Rio. Scavarda, nossa eterna gratidão pela sua dedicação à Instituição, mesmo nos momentos difíceis – enfatizou o Reitor.

Scavarda fez um breve relato sobre os anos em que esteve no cargo. Para ele, um dos diferenciais da Universidade é o trabalho em equipe, com uma continuidade natural e importante para o bom funcionamento da gestão. Durante o tempo em que exerceu a função de Vice-Reitor Administrativo, o professor do Departamento de Física apresentou alternativas sustentáveis para os problemas encontrados.

O professor Luiz Carlos Scavarda se despede do cargo. Foto: Amanda Dutra

– Na Vice-Reitoria Administrativa, os verbos são conjugados na primeira pessoa do plural. Não existe “eu fiz”. O “eu”, por dever de ofício, fica restrito aos erros. O “nós” é para as conquistas, e isso é obrigatório, temos que pensar assim. Isto é muito importante porque facilita o processo de transição. É aí que vemos uma diferença da nossa Universidade para algumas outras. Essa continuidade é essencial para o bom funcionamento.

O professor Tanscheit agradeceu a confiança depositada nele para exercer a nova função, e destacou alguns pontos desafiadores para os próximos anos. Segundo ele, recessões de ordem financeira têm feito com que a reavaliação de vários aspectos da Universidade seja necessária. Apesar disso, destacou que a expectativa é positiva.

– Estou otimista de que conseguiremos vencer mais esse obstáculo. Quem está aqui há muito tempo sabe que houve ao menos quatro crises na Universidade desde os anos 1970, e superamos todas elas. Talvez, hoje, as pessoas estejam mais integradas no conceito da Universidade, agindo todos juntos. Temos todas as condições para permanecermos saudáveis e mantermos o padrão de qualidade.

Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Tanscheit possui mestrado em Engenharia Elétrica pelo Instituto Militar de Engenharia, e doutorado em Engenharia Elétrica - Queen Mary College - University of London. Com ênfase em Inteligência Computacional, as principais áreas de atuação do profissional são lógica fuzzy, sistemas neuro-fuzzy, sistemas híbridos e controle fuzzy.

Mais Recentes
Liberdade de expressão no mundo
Diretora regional do Repórteres Sem Fronteiras na América Latina analisa a democracia jornalística no continente
Conexões entre comunicação e a cidade
Muniz Sodré e Julita Lemgrumber analisam os problemas que o Rio de Janeiro enfrenta  
Elo entre mestres e alunos na escola pública
Profissionais de ensino discutem o incentivo à formação de professores no país