Sonho que se transformou em realidade
26/11/2020 23:21
Daniela Lima

Reitor entrega medalhas a benfeitores do Fundo Patrimonial Endowment e destaca a capacidade de resiliência e superação da PUC-Rio ao longo de 2020

Pedro Malan foi um dos homenageados e recebeu a honraria das mãos do Reitor. Foto: Jorge Paulo Araujo

O Reitor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., entregou nesta quarta-feira, 25, a medalha Mérito Padre Leonel Franca, S.J, alta distinção concedida pela PUC-Rio às pessoas que mais se destacaram ou contribuíram financeiramente para o Fundo Patrimonial Endowment da Universidade. A solenidade foi realizada na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, no campus da PUC-Rio, com presença de um grupo restrito de pessoas por causa da pandemia da Covid-19, seguindo todas as regras de segurança sanitária. Esta foi a primeira vez que as honrarias foram entregues, mas, a partir de agora, os benfeitores serão agraciados anualmente.

Além do Reitor, a solenidade teve a presença do Vice-Reitor da PUC-Rio, padre Anderson Antonio Pedroso, S.J., e do Vice-Reitor de Desenvolvimento, Sergio Bruni, que representou os demais vice-reitores. Na abertura da solenidade, o Reitor afirmou que Universidade estava honrada por receber os participantes do Fundo Patrimonial no campus Gávea. Ele, no entanto, lamentou por não promover um encontro maior para homenagear os benfeitores e desejou poder organizar, no próximo ano, uma reunião mais festiva. Padre Josafá ainda lembrou que igreja, onde a cerimônia de entrega das medalhas foi realizada, não foi construída com dinheiro da Universidade e é resultado de doações feitas por ex-alunos e fiéis. 

Alessandro Monteiro Morgado Horta, Armínio Fraga Neto, Carlos Augusto Leite Junqueira da Silveira, Luiz Cyrillo Fernandes, Luiz Otávio Coutinho Muniz, Marcelo Fernandez Trindade, Pedro Sampaio Malan, Ricardo Lagares, Rogério Estevinha do Amaral Xavier e Rogério Pessoa Cavalcanti de Albuquerque foram os homenageados da noite. Antes da entrega da medalha, o Reitor explicou que o número de homenageados foi escolhido por ser um número bíblico, que simboliza um ideal de perfeição. Padre Josafá ressaltou a importância do fundo patrimonial para o futuro da Universidade e lembrou que a PUC-Rio foi a primeira instituição de ensino brasileira a ter um Endowment.

“Vejo que a ideia inspiradora do Endowment servirá como paradigma para as nossas cerca de 30 universidades e faculdades católicas existentes no Brasil, incluindo as pontifícias. Este fundo garantirá que a excelência no ensino, exercendo a cultura do pertencimento e na pesquisa da PUC-Rio, possa continuar ao longo da história, observando os valores essenciais institucionais”.

Certificado entregue a benfeitores do Fundo Patrimonial Endowment. Foto: Jorge Paulo Araujo

Padre Josafá assinalou as dificuldades enfrentadas por todos por causa da pandemia da Covid-19. Para ele, a situação complexa criada pelo novo coronavírus fez com que a sociedade repensasse processos, enfrentasse uma série de desafios e se abrisse para agir de outras formas. “A cultura de pertencimento construída ao longo de décadas em nossa Universidade foi fundamental para garantir a continuidade do planejamento de nossas atividades, conservar a excelência e superar os problemas acadêmicos e administrativos”.

Ele destacou o sucesso do Concurso Vestibular PUC-2021, que, segundo ele, demonstrou que a resiliência da instituição, a grande capacidade de inovar e o espírito empreendedor existente na PUC-Rio. O Reitor também frisou a união de docentes, discentes, funcionários e antigos alunos como uma atitude importante para combater as dificuldades que surgiram durante o ano letivo que foi realizado com aulas a distância. “Concretizamos aquilo que o Apóstolo São Paulo nos ensinou: é na adversidade e na provação que amadurecemos e saímos mais fortalecidos. Com a marca forte que a PUC-Rio carrega ao longo da história, tenho confiança em Deus que sairemos mais robustecidos para os grandes desafios que teremos no ensino superior nacional e internacional”, finalizou.

Presidente da Associação de Antigos Alunos da PUC-Rio, Ricardo Lagares. Foto: Jorge Paulo Araujo

O presidente da Associação de Antigos Alunos da PUC-Rio, Ricardo Lagares, enfatizou a importância do trabalho conjunto em um ano tão difícil, agradeceu o empenho do Vice-Reitor de Desenvolvimento, Sérgio Bruni, para a concretização do projeto do fundo patrimonial e agradeceu a todos que tornaram possível o sucesso do Endowment. Lagares afirmou que, no ano que vem, muitos frutos serão colhidos das sementes que foram plantadas.

O presidente do Conselho de Administração do Endowment, Carlos Augusto Junqueira, comentou que ficou honrado e emocionado por retornar à PUC-Rio e constatar as mudanças na Universidade, mas, ao mesmo tempo, notar que muitas características da instituição permanecem. Ele definiu o trabalho para a criação do Endowment como um retorno às origens e cumprimentou todos os homenageados que doaram tempo, recursos, mas, sobretudo, inteligência e dedicação em prol do projeto, que ele definiu como um sonho que virou realidade. Junqueira ainda lembrou os ensinamentos de padre Leonel Franca, S.J., que fundou a Universidade há 80 anos e foi o primeiro Reitor da instituição, e destacou os ensinamentos que o religioso deixou para a sociedade.

“O que nós precisamos é de inteligência no mundo, o que padre Leonel Franca soube muito bem demonstrar; inteligência dinâmica, transversal com obras publicadas na filosofia, química, psicologia. Escreveu A crise do Mundo Moderno, um livro tão atual que poderia ter sido lançado hoje. Estamos aqui diante de um simbolismo, uma medalha que leva seu nome e que assim deve representar seus valores e compromisso com a inteligência dinâmica, transversal, universal, que os jesuítas, como poucos, sabem conduzir com inteligência, diálogo e tolerância na Universidade, construída no início da Segunda Grande Guerra, quando o mundo mergulhava nas trevas. Acho que a inteligência e o diálogo são legados de padre Leonel Franca”.

Mais Recentes
Queimadas: o que são?
Em debate, professores explicam o que são as queimadas, os efeitos que elas provocam e quais as consequências para a vida no planeta
Reconhecimento do saber científico
Quatro acadêmicos da PUC-Rio recebem título de Professor Emérito
Novo diretor para o IRI em 2021
Professor Luis Manuel Rebelo Fernandes toma posse em cerimônia remota