Medicina: novo diretor pretende ampliar interdisciplinaridade
16/03/2017 13:16
Giulia Vertematti

Walmir Coutinho promete "estreitar os laços" com outros departamentos para impulsionar projetos o da graduação.

A  interdisciplinaridade e a tradição de excelência estão entre os principais tônicos para fortalecer os novos voos da PUC-Rio na área médica. Assim destacou o novo diretor do Departamento de Medicina da Universidade, o endocrinologista Walmir Coutinho, ao tomar posse, quinta-feira passada. Coordenador do Grupo de Pesquisa de Obesidade e Distúrbios Alimentares, Coutinho substitui o decano do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Hilton Koch, com a missão de consolidar e ampliar os avanços pavimentados pela Escola Médica de Pós-Graduação.

Com a sala do Conselho Universitário repleta de parentes, amigos, professores e cânones da Universidade –como o próprio reitor, padre Josafá Carlos de Siqueira. S.J., o vice-reitor Comunitário, Augusto Sampaio, e o vice-reitor para Assuntos Acadêmicos, Ricardo Bergmann –, o professor Walmir Coutinho, também integrante da Câmara Técnica de Endocrinologia do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), Hilton ressaltou a confiança na articulação com os demais departamentos para o aperfeiçoamento constante das demandas acadêmicas associadas à Medicina na PUC-Rio, inclusive as alusivas ao projeto acadêmico da graduação. 

Na cerimômia, prestigiada pelo presidente do Cremerj, Nelson Nahon, o professor Hilton Koch agradeceu ao reitor da PUC-Rio, padre Josafá de Siqueira, "por apoiar a criação e homologação do novo departamento", e ao vice-reitor para Assuntos Acadêmicos, Ricardo Bergmann, que acompanhou e orientou o processo de adaptação da Escola Médica de Pós-graduação às regras da Universidade.

– Foram meus primeiros anos como diretor da Escola Médica, substituindo o professor Mauro Pena, que hoje é o vice-decano, enquanto eu, como decano, inicio o processo de criar o sonho de uma graduação em medicina aqui na PUC – observou Koch.

O decano do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde disse que "está muito feliz por ver avançar o sonho da graduação". Lembrou, ainda, a importância da cooperação de "tantos profissionais" engajados na formação e no amadurecimento da Escola Médica da PUC-Rio.

O entusiasmo foi compartilhado no discurso de posse de Coutinho. O novo diretor considerou "um dia muito importante para a medicina na PUC-Rio":

– Marca o início de uma nova etapa na história de sucesso da antiga Escola Médica, que formou, nos últimos 60 anos, milhares de pós-graduandos – salientou Coutinho – Mas reconheço que o departamento enfrentará muitos desafios no caminho para criar uma graduação em medicina. Também reconheço a enorme responsabilidade de garantir o nível de excelência da PUC-Rio.

Ao enaltecer "todo o apoio da reitoria e a confiança do reitor, padre Josafá",  Walmir Coutinho estendeu os agradecimentos ao espírito de cooperação adotado também por outros departamentos da universidade. Estes suportes, acrescentou ele, ajudam a construção das novidades à vista no Departamento de Medicina:

– A reforma do casarão de medicina deve estar pronta em um mês, e o projeto acadêmico para a graduação tem avançado num ritmo seguro e responsável. Os projetos de stricto senso também estão amadurecendo e devem trazer boas novidades em breve. Apostamos muito na interdisciplinaridade, que é uma marca da PUC, e vamos tentar estreitar cada vez mais nossos laços de cooperação com outros departamentos.

Walmir Coutinho, Reitor Padre Josafá Carlos de Siqueira e Hilton Koch. Foto: JP Araújo

Ao dar as boas-vindas a Coutinho, padre Josafá de Siqueira reiteirou o apoio às iniciativas que convergirem para o desenvolvimento da área médica na PUC-Rio:

– Obrigado ao professor Coutinho por aceitar esta nova missão da Universidade. O novo Departamento de Medicina receberá todo o apoio da reitoria.

Walmir Coutinho foi presidente da Federação Mundial de Obesidade, instituição que congrega 30 mil especialistas, de 53 países, empenhados no combate à obesidade, doença tratada como epidemia pela comunidade científica. Entre outras tantas atividades, também é autor e coautor de mais de 50 livros científicos, relacionados principalmente a psiconeuroendocrinologia e ao tratamento farmacêutico de diabetes e obesidade.

Mais Recentes
Sustentabilidade é novo paradigma de desenvolvimento
Em palestra na PUC-Rio, pesquisadores do IBGE e professores do Centro de Ciências Sociais discutem a importância da leitura de indicadores sociais, e as lacunas nos dados
Fevuc: remodelação da aparência
Convidados refletem sobre as mudanças que cada indivíduo passa para se integrar às regras impostas pela sociedade
Pilotis recebem doações para as milhares de vítimas do furacão no Haiti
Reitor conclama Comunidade PUC para aderir à campanha. Feijão, arroz e leite em pó são prioridade. Arca da Solidariedade está nos Pilotis do Kennedy.