Missa na PUC-Rio comemora o dia de Santo Inácio de Loyola
31/07/2017 17:49
Paula Strecht

Presidida pelos padres Josafá Carlos de Siqueira, Reitor da PUC-Rio, e Luís Correa Lima, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, a missa homenageou a trajetória de Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus.

Padre Josafá na missa pelo Dia de Santo Inácio de Loyola. Fotos de Isabella Lacerda

Determinação, espiritualidade e profundidade resumem o legado deixado por Santo Inácio de Loyola. O fundador da Companhia de Jesus foi um mestre na vida de oração e seus Exercícios espirituais foram as maiores heranças deixadas pelo fundador da Companhia de Jesus, afirmou padre Josafá Carlos de Siqueira, Reitor da PUC-Rio, nesta segunda-feira, 31 de julho, do dia de Santo Inácio de Loyola.

 Após missa celebrada pelo Reitor e por padre Luís Correa Lima na Igreja do Sagrado Coração de Jesus da PUC-Rio, em comemoração à data, padre Josafá também ressaltou a importância da profundidade filosófica e teológica da qual Santo Inácio era dotado, o que contribuiu para que a Companhia de Jesus se tornasse destaque na área da ciência.

– Santo Inácio tinha noção de profundidade tanto de Deus quanto do saber. Isso fez com que os jesuítas entendessem a dimensão dos assuntos relacionados à vida espiritual.

Ainda de acordo com Padre Josafá, sua trajetória, de pura dedicação a Deus, marcou a história da Igreja Católica:

– A sua devoção constante a Deus serve de exemplo porque a oração mudou a vida espiritual das pessoas da Igreja para melhor.

O Reitor ainda trouxe uma reflexão do santo homenageado: “Não devemos pedir muitas coisas a Deus, mas sim deixar que ele conduza as nossas vidas”.

Leia também: Dom Orani destaca importância do Centro Loyola para a cidade

Quem foi Santo Inácio

Inácio Lopez nasceu em Loyola, na Espanha, e decidiu dedicar-se à espiritualidade aos 26 anos, quando abandonou a carreira militar. De 1522 a 1523 escreveu os Exercícios espirituais, baseados em sua experiência de encontro com Deus, que se tornaram, mais tarde, um reconhecido método de evangelização para os católicos. 

Em 1534, fundou a Companhia de Jesus, a qual tinha como objetivo desenvolver regras disciplinares para a vida religiosa e, sobretudo, para missões de evangelização. Os jesuítas se espalharam pelo mundo e tiveram importante papel na conversão e proteção de indígenas durante a época do Brasil Colônia, além de contribuírem para o ensino com colégios que hoje integram a Rede Jesuíta de Educação.

Inácio morreu em Roma, em 31 de julho de 1556, aos 65 anos. Em 1922, o Papa Pio XI declarou Santo Inácio padroeiro de retiros espirituais.

Mais Recentes
Sustentabilidade é novo paradigma de desenvolvimento
Em palestra na PUC-Rio, pesquisadores do IBGE e professores do Centro de Ciências Sociais discutem a importância da leitura de indicadores sociais, e as lacunas nos dados
Fevuc: remodelação da aparência
Convidados refletem sobre as mudanças que cada indivíduo passa para se integrar às regras impostas pela sociedade
Pilotis recebem doações para as milhares de vítimas do furacão no Haiti
Reitor conclama Comunidade PUC para aderir à campanha. Feijão, arroz e leite em pó são prioridade. Arca da Solidariedade está nos Pilotis do Kennedy.