Nova direção no Departamento de História
05/03/2018 10:43
Eduardo Diniz

Maria Elisa Noronha de Sá tomou posse em cerimônia realizada na sala do Conselho Universitário

Maria Elisa Noronha de Sá, a nova diretora do Departamento de História Foto: Gabriela Azevedo

A professora Maria Elisa Noronha de Sá tomou posse como nova diretora do Departamento de História, onde, além de ser professora há 20 anos, também concluiu a graduação e o mestrado. O Reitor da Universidade, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J, presidiu a cerimônia, que ocorreu na segunda-feira, 5, na Sala do Conselho Universitário.

Maria Elisa se formou na Universidade em 1981 e ingressou como professora horista em 1998. Desde 2007 faz parte do quadro principal do curso. A nova diretora destacou a importância da consolidação da reforma curricular da graduação e da pós-graduação para modernização da grade, além de também focar na expansão do Departamento dentro e fora da PUC. Entre os projetos, ela destacou a tentativa de internacionalização do curso, por meio de intercâmbios e parcerias com universidades do exterior.

— Queremos ampliar a atuação e a visibilidade do Departamento de História dentro da Universidade. Interagir com os outros departamentos é muito importante, mas também queremos fazer isso com diferentes instituições de todo o país. O apoio das Vice-Reitorias é fundamental para concluirmos esse processo, e toda a instituição já vem dando o suporte que precisamos.

A nova diretora do Departamento, Maria Elisa Noronha de Sá, o Reitor da Universidade, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J. e o ex-diretor do Departamento, Marcelo Jasmin Foto: Gabriela Azevedo

O Reitor parabenizou Maisa, como é chamada pelos alunos e amigos, e relembrou a alegria, o amor e o desejo de colaborar que ela tem pela Universidade. Padre Josafá destacou ainda que, em momentos de turbulências como o país vive, as universidades têm papel fundamental para conscientizar os alunos e reconstruir a história. Ele ainda parabenizou o Departamento de História pelo trabalho que tem sido feito, principalmente pelas relações interdepartamentais.

— A PUC-Rio é referência em interdisciplinaridade e vem cada vez mais se afirmando nisso. Escolhemos esse caminho há alguns anos e agora estamos colhendo os frutos. Não podemos continuar insistindo na fragmentação dos saberes. Receber uma boa formação apenas na sua especialidade não basta, é necessário ter uma visão mais sistêmica da realidade.

Mais Recentes
Mulheres presas e esquecidas
Ciclo de palestras aborda o encarceramento feminino no Brasil e denuncia a realidade das mulheres dentro dos presídios
Economista Marcio Garcia toma posse como professor titular
Há 36 anos na PUC-Rio, o professor é o terceiro a receber a nomeação no Departamento de Economia
Literatura infanto-juvenil em alta
Entrega dos prêmios Selo Cátedra 10 é marcada por defesa da relação entre Academia e mercado editorial