25 anos de dedicação à Vice-Reitoria Comunitária
20/12/2017 00:00
Julia Carvalho

Professor Augusto Sampaio comemorou as ‘bodas de prata” em celebração eucarística na Igreja do Sagrado Coração de Jesus

Professor Augusto Sampaio faz agradecimento aos presentes em celebração

Na terça-feira, 18, foi realizada uma missa de Ação de Graças em comemoração dos 25 anos que o Vice-Reitor Comunitário, professor Augusto Sampaio, está à frente do cargo. A celebração foi presidida pelo Reitor da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, da PUC-Rio, padre Alexandre Paccioli, e contou com a presença do Reitor, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., professores, alunos e funcionários da Universidade.

 

Padre Alexandre Paccioli falou sobre o significado da Eucaristia e de como o professor Augusto Sampaio é um homem agradecido por tudo o que faz. Ele destacou a forma como o Vice-Reitor consegue transformar o trabalho em missão e como sua trajetória profissional na PUC é um reflexo da liderança de Santo Inácio de Loyola, criador da Companhia de Jesus.

 

­– O seu sim a esse trabalho se transformou em uma missão. Quantas pessoas tocam na sua portas e as portas do seu coração. O senhor acredita que é necessário se doar para o trabalho e que o resto vem a acréscimo. Eu vejo claramente isso, o senhor ama, e não só ama o que faz, ama aqueles que estão juntos e ama aqueles que estão ao seu lado. Sabe respeitar as necessidades, guardando aquilo que é importante ser guardado. E sabe levar o outro a dizer o quanto ele é. Somos muito gratos por um dia ter aceito esse convite não humano, mas de Deus, para ser Vice-Reitor Comunitário.

 

Missa de Ação de Graças teve participação do Coral da PUC

Ao final da missa, padre Josafá agradeceu a Deus pela vida do professor, por todo o trabalho e dedicação dele na Universidade. Ele afirmou que professor Augusto é a pessoa que ocupa o cargo de Vice-Reitor há mais tempo e que, para isso ter ocorrido, tem que ser realmente uma pessoa especial. O Reitor também lembrou como o professor Augusto é determinado, animado e entende as pessoas que o procuram.

 

O Vice-Reitor Comunitário agradeceu emocionado pela homenagem. Ele relembrou de seus antigos superiores, como padre Laércio Dias de Moura, ex-Reitor que o nomeou em 1992, padre Jesus Hortal, que foi Reitor da PUC durante 15 anos, e ao padre Josafá, pessoas que, segundo ele, sempre o apoiaram. Augusto finalizou pedindo perdão pelas vezes que não conseguiu ajudar aqueles que o procuram.

 

– No primeiro momento, eu gostaria de agradecer a Deus, aos meus superiores, meus colegas professores, funcionários, meus alunos, os tercerizados, toda a comunidade PUC-Rio. O segundo momento, que é muito importante para mim, é pedir perdão, porque infelizmente não posso ajudar todos que recorrem a mim. A gente quer ajudar, dar a mão, mas nem sempre consegue.

Mais Recentes
Mulheres presas e esquecidas
Ciclo de palestras aborda o encarceramento feminino no Brasil e denuncia a realidade das mulheres dentro dos presídios
Economista Marcio Garcia toma posse como professor titular
Há 36 anos na PUC-Rio, o professor é o terceiro a receber a nomeação no Departamento de Economia
Literatura infanto-juvenil em alta
Entrega dos prêmios Selo Cátedra 10 é marcada por defesa da relação entre Academia e mercado editorial