PUC-Rio recebe a quarta Conferência Brasileira de Materiais Compósitos(BCCM4)
24/07/2018 17:41
Pedro Madeira

Encontro reúne estudantes, pesquisadores e indústrias para discutir assuntos relacionados à área

Professor Flávio de Andrade. Foto:Jorge Paulo

Entre os dias 22 e 25 de julho, ocorre a Quarta Conferência Brasileira de Materiais Compósitos (BCCM4) no campus da Universidade. O encontro é feito a cada dois anos e reúne estudantes, pesquisadores e a indústria da área de materiais compósitos para discutir as inovações e pesquisas realizadas na área. Pela primeira vez no Rio de Janeiro, o congresso, que já passou pelas cidades de Natal, São José dos Campos e Gramado, também conta com pessoas de outros países.

O professor Flávio de Andrade Silva, do Departamento de Engenharia Civil da PUC-Rio e um dos organizadores do congresso, disse que o objetivo do encontro é reunir a comunidade acadêmica do Brasil que trabalha e pesquisa com material compósito. Segundo o professor, algumas exigências são feitas para a escolha da cidade e, na conferência anterior, em Gramado, a proposta do professor de sediar o encontro na PUC-Rio foi aceita pelo comitê organizador. De acordo com Andrade, o baixo custo da inscrição foi um fator favorável para a decisão. O valor da entrada para alunos é R$ 350 e, para os professores, R$ 750, um preço razoável na opinião dele.

- Para você ter uma ideia, em eventos internacionais esse preço chega a mil euros, ou seja, R$ 4 mil. Tem sempre uma reunião com o comitê no meio das atividades do encontro para decidir a sede seguinte, e a minha proposta foi boa naquela ocasião. E o que que a gente estuda em uma proposta dessa: A cidade é interessante? O Rio é interessante. No Rio, vai ser aonde? Na PUC? A PUC é uma Universidade de destaque, então legal.

As atividades aconteceram no complexo do IAG e no RDC. Foto: Jorge Paulo 

De acordo com o professor, pelo menos 40 pessoas de mais de 20 países diferentes participam da quarta edição do encontro. Para Andrade, é importante mostrar o campus da PUC-Rio, os laboratórios e as pesquisas que são feitas como forma de marketing da Universidade. Empresas como a Embraer e a MTS estão presentes nas atividades. A conferência vai até quarta-feira, 24.

- Tem atividades o dia inteiro, entre 8h e 17h. O encontro começou no domingo, 22,  com três minicursos. A gente teve um minicurso de microscopia, que foi dado por uma aluna de pós-doutorado da PUC-Rio Karen Soares. Teve um minicurso de ensaios mecânicos, que foi dado pela MTS, uma das patrocinadoras. E um minicurso de um professor da universidade de Delawere. Teve uma plenária e depois um coquetel.

A programação do encontro está disponível no site www.bccm4.com.br.

Mais Recentes
Meu Primeiro Dia na PUC
Calouros são recepcionados pelos departamentos nesta sexta-feira, 10 de agosto. Palestras, visitas guiadas pelo campus e troca de experiência com professores e veteranos fazem parte da programação
Novo diretor na Química
Na PUC há 16 anos, o professor Ricardo Aucélio Queiroz tomou posse do cargo de diretor do Departamento de Química em cerimônia realizada na Sala do Conselho
Ciência na prática
Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional comemora 50 edições de pesquisas no Brasil