A academia e o mundo profissional
18/10/2018 17:17
Ana Vitoria Barros

Inauguração de um novo espaço dentro do Escritório Modelo de Design PUC-Rio marca a inclusão das quatro habilitações do curso no projeto

Entrada do Escritório Modelo de Design PUC-Rio. Foto: Amanda Dutra

O novo espaço do Escritório Modelo de Design PUC-Rio (EMoD) foi inaugurado na quarta-feira, 17, na Casa 1, na Vila dos Diretórios. O local agora contempla as quatro habilitações do curso: Comunicação Visual, Projeto de Produto, Mídia Digital e Moda. Cada competência conta com um supervisor responsável pelos estagiários e alunos bolsistas. O Escritório atende as demandas da Universidade, dos departamentos e de outras entidades com projetos de Design. A nova área tem salas para os estudantes e os supervisores e um ambiente destinado às reuniões.

De acordo com a supervisora de Comunicação Visual, professora Evelyn Grumach, o escritório existe há 10 anos, e era dirigido pela professora Elizabeth Grandmason, que morreu em março deste ano. Segundo Evelyn, a diferença da nova gestão é a presença de estagiários das quatro habilitações do Design, supervisionados pelos professores do curso.

– Todos os supervisores são professores e também trabalham no mercado. Nós trazemos essa bagagem de fora, buscando juntar academia com o mundo profissional. Nós movimentamos muitos alunos, e a ideia é movimentar cada vez mais, sempre colocando eles para enfrentarem situações reais de trabalho.

A supervisora de Comunicação Visual, professora Evelyn Grumach, destacou a presença das quatro habilitações do curso de Design no Escritório Modelo. Foto: Amanda Dutra

O supervisor de Projeto de Produto, professor Felipe Rangel Carneiro, acompanha e realiza a incubação de projetos de alunos que saem das disciplinas de Design.  O professor disse que o objetivo é adequar esses projetos para o mercado da melhor forma, com preços mais razoáveis e possibilidade de fabricação otimizada. Para Carneiro, o Escritório Modelo é uma maneira suave de os alunos fazerem a transição da Universidade para o mercado.

– O espaço é uma câmara de descompressão para os alunos passarem do ambiente acadêmico para o ambiente profissional. Normalmente, a sala de aula tem propostas muito específicas e controladas. No mercado, quando você está com um cliente real, com prazos e orçamentos reais, a situação pode sair um pouco desse controle. Aqui fazemos com que os alunos possam ter experiências interessantes de trabalho, entendendo como funciona de verdade.

O supervisor de Projeto de Produto, professor Felipe Rangel Carneiro, afirmou que o escritório contribui para que os alunos conheçam a realidade do mercado de trabalho. Foto: Amanda Dutra

A Diretora do Departamento de Artes & Design, professora Jackeline Lima Farbiarz, também destacou a oportunidade dos alunos se integrarem e fazerem a passagem da universidade para o mercado no sentido abrangente, no conceito social e humano. Jackeline ressaltou a papel dos supervisores do escritório na finalização de projetos e na inserção dos mesmos nos negócios.

– Queremos que o escritório seja um espaço em que possamos experimentar quais valores o curso de Design quer ver e que sociedade queremos construir. À medida em que fazemos isso acontecer, vamos contribuir também para que, quando se pense em Design, se fale mais em ações colaborativas do que em ações identitárias. Ele tem a função não só de ajudar na formação do nosso aluno, como também de antecipar um possível mercado lá fora mais digno para se habitar.

A Diretora do Departamento de Artes & Design, professora Jackeline Lima Farbiarz, vê o escritório como um espaço de experimentação para alunos e estagiários. Foto: Amanda Dutra

Mais Recentes
Pluralidade de ideias
A diversidades ideológica nas universidades é debatida em encontro
A força infinita da ciência
O curador da coleção de aves do Museu Nacional, Marcos Raposo, palestrou sobre a relação da ciência e da filosofia no Seminário do Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio.
Entender a resiliência
Reitor da Igreja do Sagrado Coração de Jesus palestou sobre a virtude da resiliência e como ela pode ser aplicada no dia a dia