Cinema universitário marca presença em festival
24/10/2023 17:41
Julia Amoêdo

Alunos da PUC-Rio ganham prêmio no IV Festival Beta

Fernanda Conde e Vitor Boavista acreditam na importância dos festivais para o cinema universitário. Foto: Caio Matheus

O cinema universitário realizado por alunos da PUC-Rio ultrapassa os limites do campus. Na quarta edição do Festival Beta, organizado por alunos da ESPM, duas produções de estudantes do curso de Cinema da Universidade marcaram presença: o curta-metragem “O Ladrão e o Leitor” ganhou na categoria “Melhor Atuação” e “Última Vez” foi indicado na categoria “Videoclipe”.

A premiação, que ocorreu no dia 19 de outubro no Estação NET Rio, recebeu mais de 100 inscrições de universitários de 19 estados, além do Distrito Federal. Entre as categorias contempladas pelo Festival estavam “Melhor Cartaz”, “Melhor Roteiro”, “Melhor Direção de Arte” e “Melhor Animação” .

O curta “O Ladrão e o Leitor” foi produzido e roteirizado por Fernanda Conde, aluna do 2º período,  e dirigido por Vitor Boavista, do 7º período, os dois do Departamento de Comunicação. O filme foi realizado durante as aulas do professor Flávio Kactuz, que  selecionou peças de teatro para adaptação cinematográfica. No caso de Vitor e Fernanda, o texto escolhido foi “Dois Perdidos Numa Noite Suja”, do autor Plínio Marcos. Vencedora do prêmio de Melhor Atuação, a produção teve financiamento coletivo. Devido ao prazo da entrega do trabalho, não houve ensaio nem leitura de roteiro, tudo foi filmado em apenas duas diárias. Os dois atores Kauã Rodríguez e Leandro Austin se conheceram no set e, segundo Fernanda, tiveram uma “química sobrenatural”.

—  Leandro falou uma coisa muito bonita para a gente depois da premiação. Ele disse que o prêmio de atuação não é algo que você consegue sozinho. Tem um roteiro que precisa ser lido, uma direção que é dada, a câmera e uma montagem que privilegiam determinado take. O prêmio representa toda a equipe — reconheceu a roteirista.

Assim como “O Ladrão e o Leitor”, o videoclipe “Última Vez” também foi produzido para uma disciplina do Departamento de Comunicação – nesse caso, Direção Cinematográfica, com a professora Isabel Veiga. Dirigido por Robert Oliveira e Helena Beatriz Leal, ambos do 9º período de Cinema, a escolha da música “Última Vez”, de Tim Bernardes, se deu pela estrutura narrativa da canção, com diálogos e descrição das cenas. Para Helena, que também protagoniza o clipe, a indicação para o IV Festival Beta foi recebida positivamente. 

Helena Beatriz Leal se surpreendeu com a indicação ao festival. Foto: arquivo pessoal

— Era um projeto que a gente ia fazer como qualquer outro da faculdade, que às vezes você não consegue se dedicar tanto quanto queria. A gente não esperava que fosse gostar tanto da ideia, do processo e do resultado. Ser indicado para o festival foi só uma comprovação de que o nosso trabalho valeu a pena, que mais pessoas gostaram.

Robert Oliveira acredita no potencial do cinema universitário. Foto: Caio Matheus

O co-diretor do videoclipe ressaltou a importância dos festivais para o fomento do cinema universitário, ao considerar que, para muitos estudantes, aquele pode ser o primeiro reconhecimento do trabalho realizado. 

— É importante ter um um festival que reúna filmes de universidades para promover a produção – ainda mais um festival que abrange todo o Brasil. Acho que quanto mais, melhor. É muito interessante esse hábito de premiar, é legal poder dizer: ‘fiz um filme universitário e ganhei um prêmio’.

O diretor de “O Ladrão e o Leitor”, Vitor Boavista, concorda com Robert. Para ele, é importante conhecer o que é produzido por alunos de outras instituições. 

— O festival é um lugar para você mostrar seu trabalho e ver o que está sendo produzido. Sinto que não tem muita integração entre as universidades de Cinema, pelo menos aqui no Rio. Esses encontros funcionam para ver o que está sendo feito de novo e quem são as pessoas que estão entrando agora nessa área.

Mais Recentes
Caminhos da inovação para políticas públicas em Engenharia e Arquitetura
Projeto multidisciplinar reuniu 65 pesquisadores em três eixos temáticos
PUC-Rio se prepara para grandes travessias a partir de 2024
Na Assembleia, professores, alunos e funcionários se unem em torno de novo futuro para a Universidade