Reitor: Retornar com otimismo Reitor: Retornar com otimismo

Com a volta às aulas, o Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., dá boas-vindas aos alunos e aborda, neste artigo, as dificuldades que o país enfrenta. Para ele, o atual momento nacional exige discernimento e equilíbrio para superar as barreiras e sonhar com um país social e ambientalmente mais justo e solidário com os princípios éticos e humanísticos. 

Reitor: Retrocesso lamentável no Acordo de Paris Reitor: Retrocesso lamentável no Acordo de Paris

O Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., comenta o retrocesso com o abandono do Acordo de Paris pelo presidente dos Estados Unidos. Ele observa que as mudanças climáticas geram implicações sociais, econômicas, distributivas e políticas.

Reitor: princípios éticos em momentos difíceis Reitor: princípios éticos em momentos difíceis

O Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., reforça em seu artigo que, em tempos de desordem política, é necessário que o povo brasileiro se apegue a três princípios primordiais: o testemunho da esperança, a primazia do bem e o conhecimento do espírito de verdade

PUC-Rio participa de reunião estratégica da AUSJAL PUC-Rio participa de reunião estratégica da AUSJAL

Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., faz parte da reunião de planejamento estratégico da Associação de Universidades da Companhia de Jesus na América Latina (AUSJAL).

Reitor: Contextos distintos, dramas semelhantes Reitor: Contextos distintos, dramas semelhantes

O Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, observa em seu artigo para o Jornal da PUC que os problemas enfrentados pela sociedade brasileira não podem ser ignorados nas reflexões e meditações de cada um. E acrescenta que a Universidade é um espaço para debater ideias e buscar saídas.

Padre Josafá: começar com esperança, reflexão, resiliência e austeridade Padre Josafá: começar com esperança, reflexão, resiliência e austeridade

O Reitor padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., explica como as crises econômica e política do país repercutem na vida acadêmica. Sergundo ele, é preciso três fatores fundamentais para saber lidar com essa situação: reflexão e solução, resiliência e realismo.