Tributo ao Primeiro Reitor
22/09/2023 18:58
Carolina Bottino

Na comemoração dos 40 anos da Fundação Padre Leonel Franca, busto de jesuíta é inaugurado no campus

Reitor Padre Anderson Antonio Pedroso S.J. e Padre Roberto Barros Dias, S.J. participaram do descerramento do busto de Padre Leonel Franca. Foto: Mateus Monte

Uma cerimônia para o descerramento do novo busto do primeiro reitor da Universidade, Padre Leonel Franca, S.J., foi realizada, na manhã do dia 15 de setembro, como parte da programação dos 40 anos da Fundação Padre Leonel Franca. Para a produção do molde, o  Instituto Tecgraf utilizou Inteligência Artificial e fotos do acervo dos jesuítas. A reprodução está colocada na entrada da Universidade, próximo aos mastros das bandeiras, em um pedestal decorado pela ceramista Lilian Vidal. A artista procurou representar os relevos da cidade do Rio de Janeiro, os mares e as montanhas.

A inauguração do busto de Padre Leonel Franca, homenageado no nome da fundação, contou com a presença do Grão-Chanceler da PUC-Rio, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, Orani João Tempesta, e do Reitor da instituição, Padre Anderson Antonio Pedroso, S.J., que reforçou o papel do jesuíta no desenvolvimento inicial da Universidade, há 83 anos.

–  A figura de Leonel Franca foi muito importante porque ele foi o grande inspirador, tinha os olhos na realidade da época, mas uma visão de futuro também. A Universidade dependeu de três forças, do Cardeal Leme, que a idealizou, Padre Leonel Franca, que colocou a ideia em prática, e a terceira, os leigos, representados anteriormente por Alceu Amoroso Lima, que fazia parte de um grupo de intelectuais católicos, e atualmente são representados pela comunidade universitária. Com as três, a Universidade vai sempre se encaminhar rumo a um futuro de sucesso.

Em seguida, o presidente da fundação, Padre Roberto Barros Dias, S.J., comentou a facilidade de enxergar o bem naqueles que se dispõem a servir e  trabalhar para o bem comum. Ele ainda ressaltou a importância de ajudar os jovens na sua formação para construir uma sociedade mais justa e fraterna.

Após a cerimônia, uma missa foi celebrada na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, ministrada por Dom Orani Tempesta, que enfatizou durante o ato litúrgico a responsabilidade da Igreja de levar adiante os valores de comunhão, companheirismo e amizade para a comunidade universitária. O Cardeal mencionou o compromisso de Padre Leonel Franca com a religião, a fraternidade e a atuação do religioso para uma maior aproximação entre a Igreja e a sociedade brasileira.

– Padre Leonel Franca buscou dar tudo de si a Deus. Devemos celebrar a memória dele e o papel da fundação, sua participação no desenvolvimento da Universidade e na vida de tantas pessoas. Devemos agradecer a inspiração dele como um dos fundadores da PUC-Rio em uma época que o Brasil necessitava desse diálogo entre Igreja e sociedade, o que gerou benefícios que estamos vendo até hoje aqui na Universidade.

Dom Orani João Tempesta presidiu missa celebrada na Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Foto: Mateus Monte

Durante o encerramento, o Reitor da PUC-Rio citou a importância da instituição filantrópica na manutenção das bolsas de estudos concedidas aos alunos e agradeceu a presença de Dom Orani e do presidente da FPLF na celebração das quatro décadas de existência da Fundação Padre Leonel Franca.

Mais Recentes
Caminhos da inovação para políticas públicas em Engenharia e Arquitetura
Projeto multidisciplinar reuniu 65 pesquisadores em três eixos temáticos
PUC-Rio se prepara para grandes travessias a partir de 2024
Na Assembleia, professores, alunos e funcionários se unem em torno de novo futuro para a Universidade