Morre professor Miguel Pereira, do Departamento de Comunicação Social
04/02/2019 17:20
Vinícius Nóbrega

O velório será nesta terça-feira, 5, no Cemitério da Penitência, na Rua Monsenhor Manuel Gomes, sala 3, no Caju, das 11h às 15h

Professor Miguel dedicou mais de 40 anos à Universidade

O professor Miguel Serpa Pereira, do Departamento de Comunicação Social, morreu na manhã desta segunda-feira, 4, aos 78 anos. Há quatros anos ele lutava contra um câncer. Um dos responsáveis pela criação da pós-graduação em Comunicação Social da PUC-Rio, Miguel Pereira trabalhava na Universidade desde 1975, onde atuou como docente e diretor do Departamento. Atualmente coordenava o Comunicar, projeto do qual foi um dos fundadores há 31 anos. O velório será nesta terça-feira, 5, no Cemitério da Penitência, na Rua Monsenhor Manuel Gomes, sala 3, no Caju, das 11h às 15h.

Casado há 51 anos com Alina de Lourdes Mesquita Pereira, Miguel teve três filhos: João Mesquita Pereira, Silvia Mesquita Pereira e Daniel Mesquita Pereira, também docente do Departamento de Comunicação Social. Era avô de Peter, filho do João. Miguel era graduado em Filosofia pelo Curso Superior de Filosofia do Seminário Arquidiocesano de São José do Rio Janeiro, licenciado em Ciências Sociais pela Faculdade de Educação da UFRJ e Bacharel em Ciências Sociais pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da mesma universidade.  

Doutor e Mestre em Artes-Cinema pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), da USP, o professor era um apaixonado pela sétima arte. Trabalhou como crítico de cinema no Jornal O Globo entre 1966 e 1983. Também atuou como repórter da revista Manchete e do semanário Domingo Ilustrado, de 1971 a 1973. Pela contribuição ao cinema nacional e por ter sido um incentivador de produções universitárias, foi homenageado em 2017, na comemoração dos 20 anos do Festival Brasileiro de Cinema Universitário.

No mesmo ano, foi condecorado com a menção honrosa  Ir. Dorothy Stang, pela sua atuação durante muitos anos na organização do Prêmio Margarida de Prata, concedido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O presidente da Comissão de Comunicação da CNBB, Dom Darci José Nicioli, emitiu uma nota de gratidão pelos serviços de Miguel Pereira. “Nós, os comunicadores da Igreja no Brasil, nos levantamos para aplaudir a vida desse homem cheio de fé, dedicado a seu ofício e esperançoso de Deus!”, escreveu.

O diretor do Departamento de Comunicação Social, professor Leonel Azevedo de Aguiar, ressaltou a atuação de Miguel para o crescimento do curso de Comunicação na Universidade: “O professor Miguel sempre desempenhou papel de suma importância no desenvolvimento e na harmonia de nosso Departamento”.

O Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira S.J., também destacou  o trabalho do professor em mais de 40 anos na Universidade. “Nossa eterna gratidão a este grande homem, que dedicou sua vida ao Departamento de Comunicação da PUC-Rio. Que o Bom e Misericordioso Deus o acolha na pátria definitiva e eterna. Nossa solidariedade aos seus familiares e amigos”.

Em mensagem divulgada, o decano do Centro de Ciências Sociais, professor Luiz Roberto Cunha, lembrou que Miguel Pereira foi um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do Departamento de Comunicação, pela qualidade dos cursos de graduação, pela implantação da pós-graduação, pela abertura da graduação de cinema. “Pelos excelentes trabalhos sociais e comunitários e pela importante colaboração com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, Miguel foi uma presença importante no Conselho Departamental do CCS e em outros colegiados”.

Da mesma forma, o Decano do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH), professor Júlio Diniz, lamentou a morte do professor e expressou solidariedade à família, aos amigos e colegas do Departamento.

Veja Mais: Matéria da TV PUC sobre o professor  Miguel Pereira

Mais Recentes
Os Impasses do sistema educacional brasileiro
Debate aborda os desafios das instituições de ensino no Brasil e as dificuldades criadas pelo Decreto de Contingenciamento de março de 2019
Transmissão do saber
Aula Inaugural do Departamento de Educação aborda relações de ensino e aprendizagem
38 anos de Neam
Em cerimônia no auditório do RDC, professores relembram história do projeto