Movimento de solidariedade
13/05/2019 18:35
Beatriz Puente e Luana Vicentina

Alunos da PUC-Rio fazem assembleia para decidir participação nas manifestações contra cortes do MEC

Alunos da PUC-Rio irão participar da paralisação do dia 15 em solidariedade às universidades federais. Foto: Maloni Cuerci

Em assembleia realizada na quinta-feira, 9, alunos da PUC-Rio decidiram aderir à paralisação em solidariedade às universidades federais que sofreram congelamentos de orçamento. A reunião, realizada pelo DCE Raul Amaro, debateu e votou a participação do alunato da Universidade na greve nacional contra os cortes na educação no dia 15. Os estudantes também destacaram o desmonte educacional.

No dia 3, o Ministério da Educação (MEC) anunciou um corte de 30% no orçamento das despesas e investimentos às universidades federais. Segundo dados obtidos no Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento do Governo (Siop), estima-se que as universidades deixarão de receber um total de R$ 5,7 bilhões. No ensino básico foram R$ 680 milhões congelados. Bolsas de pós-graduação (Capes) e de mestrado (CNPq) também foram cortadas.

O aluno de direito e um dos integrantes da atual gestão do DCE, Rodrigo Abreu, de 25 anos, ressaltou a importância de o corpo discente da PUC-Rio participar da paralisação por conta do papel combativo e acolhedor que a Universidade teve na época da ditadura militar. Ele também destacou que o apoio da PUC é uma questão de solidariedade.

- Queremos lembrar o papel da PUC na ditadura militar, que tem semelhanças com o momento atual. Vários professores das universidades federais foram expulsos, vieram para a PUC e se uniram com o movimento estudantil que existia. A queda da ditadura militar, mesmo tendo durado tanto, foi acelerada pelo papel da PUC-Rio e da PUC-SP. Nesse momento em que os sindicatos dos professores e os DCEs de várias universidades se uniram para realizar paralisações, a presença da PUC é para mostrar que estamos juntos e que não vamos deixar que nossos direitos sejam capturados.

Abreu se referia ao protesto organizado por alunos da Universidade há 42 anos. No dia 10 de maio de 1977, a PUC-Rio dava vida à uma das mais importantes manifestações estudantis daquela década. Cerca de 7 mil pessoas ocuparam o campus da Gávea para reivindicar, além de condições mais aprazíveis de ensino, a redemocratização do país. Forças policiais isolaram a área e helicópteros sobrevoaram o campus contra a manifestação.

A assembleia discutiu e votou a participação da PUC-Rio nas manifestações. Foto: Maloni Cuerci

Para o dia 15, o DCE programa uma série de atividades no campus, na parte da manhã, para incentivar os alunos a irem juntos, à tarde, para a manifestação na Candelária, no Centro.

A estudante de Ciências Sociais Júlia Thurler, de 19 anos, ressaltou que a medida tomada pelo MEC afeta não só os alunos da rede pública, mas também o alunato da PUC-Rio. Por isso, comentou, é fundamental um posicionamento dos alunos da Universidade.

- Temos que lembrar que PUC não é uma bolha na qual as coisas não acontecem aqui dentro. Ela está inserida na política nacional e ela tem um papel fundamental quando ela apoia ou não uma paralisação que diz respeito à educação.

A participação da Universidade nas manifestações é considerada fundamental pelos alunos. Foto: Maloni Cuerci

Outra pauta da reunião foi o corte linear de 20% das bolsas institucionais da PUC-Rio anunciado no dia 2 pela Vice-Reitoria Comunitária. O decréscimo será ativado a partir do mês de julho. As bolsas institucionais são as consideradas não obrigatórias e concedidas em situações excepcionais, conforme disponibilidade orçamentária da instituição. De acordo com a Vice-Reitoria Comunitária, todos os alunos bolsistas do tipo institucional são informados, no início da vigência da bolsa, que ela pode ser suspensa a qualquer tempo ou mesmo sofrer redução, mediante aviso prévio. 

As bolsas PROUNI, as previstas na lei da filantropia, as decorrentes de acordos sindicais, e as Bolsas PUC de forma geral, concedidas a partir de avaliação socioeconômica, não são classificadas como bolsas institucionais.

Mais Recentes
Time de campeões
Primeira turma do Curso de Jovens Profissionais das Mídias Digitais se forma com exibição de documentários dos alunos
Um ano de incertezas e solidariedade
Reitor faz balanço deste ano e projeções para 2020
Novos representantes dos alunos na Universidade
DCE e Centros Acadêmicos da PUC-Rio tomam posse em reunião na Sala do Conselho