Nova direção nas Ciências Sociais
29/08/2019 12:34
Letícia Messias

Professor e pesquisador da PUC-Rio desde 1997, Marcelo Burgos toma posse como novo diretor do Departamento

Marcelo Burgos é o novo diretor do Departamento de Ciências Sociais. Foto: Gabriela Callado

O professor Marcelo Burgos é o novo diretor do Departamento de Ciências Sociais. A cerimônia, presidida pelo Reitor da Universidade, padre Josafá Carlos de Siqueira S.J., ocorreu na quarta-feira, 28, na sala do Conselho Universitário. Burgos é professor e pesquisador da PUC-Rio desde 1997 e coordena o Curso de Especialização em Sociologia Política e Cultura desde 2001.

Ex-diretor do Departamento, professor Ricardo Ismael iniciou a cerimônia com agradecimentos pelo período em que atuou no cargo. Segundo ele, o mais importante nos últimos anos foi o aprendizado que ganhou da Universidade. Padre Josafá destacou a relevância do trabalho realizado pelo professor e, entre os pontos positivos, citou a sensibilidade com que a imagem da PUC foi transmitida para a mídia. 

Ex-diretor do Departamento, Ricardo Ismael agradece pelos anos no cargo. Foto: Gabriella Calado

Burgos afirmou a importância das Ciências Sociais no contexto político atual. Segundo ele, não é possível ver futuro na sociedade sem a afirmação de valores e princípios fundamentais, necessários para o pleno exercício da cidadania. O novo diretor do Departamento citou a luta contra a pobreza e a desigualdade social como uma tarefa em que o profissional formado na área deve dominar, seja com a construção de conhecimentos sobre os diferentes grupos ou pesquisas que diagnosticam tendências e possibilidades.

– Conquistas civilizatórias importantes têm sido abertamente ameaçadas por tecnologias que ainda não controlamos, por processos políticos, culturais e econômicos destrutivos. Não há futuro sem seguirmos adiante na luta contra a pobreza e a desigualdade social, sem insistirmos no reconhecimento das múltiplas dimensões dos Direitos Humanos, e sem a defesa dos povos indígenas e do meio ambiente. Nessa tarefa, o papel dos cientistas sociais é particularmente importante.

O professor também destacou a importância da PUC-Rio enquanto organização católica, comunitária e historicamente comprometida com a defesa de uma sociedade livre, plural e justa. De acordo com Burgos, estudantes dos mais diversos lugares do Rio têm a oportunidade de se formar na Universidade. O diretor ainda citou, no discurso de posse, a vereadora e ex-aluna do Departamento Marielle Franco.

– Somos uma Universidade realmente plural, que forma estudantes brancos e negros, oriundos dos mais diversos lugares de nossa metrópole. Isso nos confere uma potência gigantesca. Na luta pelos direitos e contra as injustiças sociais, Marielle encarnava valores e competências que, de modo singular, cultivamos aqui. O uso de uma racionalidade argumentativa que tem na ciência um dos seus principais fundamentos, a crença naquilo que a política pode ter de melhor, e a empatia e compreensão com as dimensões humanas.

A cerimônia ocorreu na sala do Conselho Universitário. Foto: Gabriela Callado

Como proposta para a gestão, Burgos pretende dar continuidade à produção de pesquisas relevantes para o debate público do país, além de mais cursos e palestras para alunos de outros Departamentos. O professor ainda afirmou a necessidade de dar maior atenção aos estudantes da licenciatura e destacou a importância desses futuros profissionais na sociedade.

– É com esse espírito de continuidade, mas também de renovação, que seguimos. Na graduação, a licenciatura ainda precisa de uma atenção maior. Não temos dúvidas de que essa é uma das maiores contribuições que nosso Departamento pode dar à sociedade, ajudando a qualificar o ensino básico na sua difícil tarefa de formar jovens preparados para a vida em democracia.

Marcelo Burgos é doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ); mestre em Planejamento Econômico e Políticas Públicas pelo Instituto de Economia da UFRJ; e bacharel em Ciências Sociais pela UFRJ.  Ele atua como coordenador de graduação no Departamento de Ciências Sociais da PUC-Rio desde 2013. Com ênfase em sociologia urbana, sociologia da educação e do direito, as principais linhas de pesquisa do profissional são as desigualdades socioeconômicas e políticas no Brasil contemporâneo.

Mais Recentes
Os Impasses do sistema educacional brasileiro
Debate aborda os desafios das instituições de ensino no Brasil e as dificuldades criadas pelo Decreto de Contingenciamento de março de 2019
Transmissão do saber
Aula Inaugural do Departamento de Educação aborda relações de ensino e aprendizagem
38 anos de Neam
Em cerimônia no auditório do RDC, professores relembram história do projeto