Compromisso com generosidade
20/07/2020 16:56
Juan Pablo Rey

Padre Anderson Antônio Pedroso, S.J., toma posse como Vice-Reitor da Universidade

Padre Anderson Antônio Pedroso, S.J.

Padre Anderson Antônio Pedroso, S.J., tomou posse como Vice-Reitor da PUC-Rio na quinta-feira, 9, durante reunião remota com presenças do Reitor, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., dos outros Vice-Reitores e dos Decanos da Universidade. Pedroso concluiu recentemente o doutorado em História da Arte contemporânea e Estética Filosófica na Faculté de Lettres de la Sorbonne Université, e é mestre em Filosofia Estética pela mesma instituição. Natural de São Paulo, o padre morava desde 2014 em Paris, na França.

Graduado e mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, na Itália, o torcedor confesso do tricolor do Morumbi, de 45 anos, também concluiu graduação em Filosofia na Universidade Sagrado Coração, de Bauru, São Paulo. O Vice-Reitor afirma que chega à PUC-Rio com esperança e se vê como mais um integrante de um corpo que se desenvolve e está em plena atividade.

- Na tradição dos Jesuítas, recebemos missões que foram discernidas, pensadas. É um longo processo, temos uma confiança de base. Nos sentimos com maior tranquilidade, pois foi algo que foi refletido, pensado, discernido e preparado, mas também não é nada feito de maneira individual. Estamos dentro de um projeto coletivo, que envolve muitas pessoas.

Fundada em 1940 pelo Arcebispo Dom Sebastião Leme e por padre Leonel Franca, S.J., a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro completará oito décadas no dia 30 de outubro. Vinculado ao Departamento de Teologia da PUC-Rio, Pedroso destaca o tripé Igreja, Companhia de Jesus e sociedade civil como pilares do estilo da Universidade desde sua fundação.

- É importante perceber que a PUC tem uma identidade e uma missão, que nascem dessa relação. Isso vai ser sempre muito marcado. A contribuição da Companhia de Jesus, do ponto de vista de gestão, o serviço que a diocese presta e garante como instituição educativa - é uma Universidade Pontifícia, ligada ao Vaticano - e, do outro lado, a sociedade civil, o mundo acadêmico e cultural do Rio de Janeiro, reconhecido como referência na tradição de criatividade, busca e liberdade. Esses três elementos são fantásticos. Essa junção de três forças que formam a Universidade.

Pedroso tomou posse como Vice-Reitor na quinta-feira, 9

O Vice-Reitor considera que chegou à França para estudar na Sorbonne em um momento privilegiado, de transformações para universidades. Em 2014, o Ministério da Educação francês propôs reorganização das academias de ensino superior. Houve fusões e criações de comunidades universitárias, quando várias instituições se uniram. Pedroso também destaca o clima de pluralidade e a relação entre fé e ciência que viveu no país europeu. Para ele, dois sistemas que não devem ser antagonistas, mas complementares.

- Participei, como aluno, de toda a discussão de um modelo mais integral de Universidade, onde as ciências circulam. Outra situação que vivi com bastante alegria e liberdade foi o clima parisiense, tive a oportunidade de conhecer instituições fantásticas, estabeleci contato com realidades plurais. Foi uma experiência extraordinária, em um ambiente aberto onde tudo tem sentido, onde todos têm lugar e podem colaborar de alguma maneira. Foi muito favorável do ponto de vista dos estudos, de visão de Universidade, de uma visão social, de políticas socioambientais, com a Agenda 2030, e também do ponto de vista da relação entre fé e cultura.

Sobre o panorama atual vivido pelo Brasil e o mundo, o padre destaca o desafio a ser enfrentado por conta da nova realidade estabelecida durante a pandemia do novo coronavírus. Pedroso afirma que não é possível dar as mesmas respostas às situações globais, já que as perguntas se tornaram outras. Ele também se diz motivado por fazer parte de um momento difícil, mas desafiador, e destaca a necessidade de colaboração entre as pessoas que surge em períodos complicados como este.

- Não é uma resposta pronta, vamos encontrando à medida que vamos caminhando. Implica uma decisão por um redesign, ou uma busca de uma resposta sempre mais integral a essa nova situação mundial. Isso vai implicar análise, compromisso, planificação, desenvolvimento e reavaliação. Santo Inácio fala para o jesuíta entrar nos exercícios espirituais e na vida com generosidade e liberdade. Esses dois pontos contribuem para a criatividade, que vai ser fundamental a partir de agora. Onde há desafio, há vida e necessidade de colaboração entre as pessoas. Vou contar, certamente, com a ajuda de muita gente boa que faz parte dessa história.

Mais Recentes
A união faz a força
Funcionários e alunos se associam para ajudar a comunidade PUC-Rio.
O ser humano e os sentimentos
Pesquisadores de psicologia e neurociência da PUC-Rio criam projeto que usa evidências científicas para explicar emoções
Celebração do conhecimento
Reitor da PUC-Rio participa de live para discutir sobre o momento da ciência e tecnologia no Rio de Janeiro