Aliança entre Brasil e Canadá
02/05/2012 16:40
Marina Burdman / Foto: Cynthia Salles

Governador-geral abordou semelhanças históricas

Johnson destacou a importância de uma relação estreita entre os países

Com o objetivo de estreitar laços com o Brasil, o Governador-Geral do Canadá, David Johnston, veio ao país e discutiu com governantes brasileiros parcerias entre as nações. Uma delas envolve a possibilidade de intercâmbio entre estudantes de universidades dos dois países, inclusive a PUC. Por isso, Johnston veio à Universidade no dia 25 de abril e discursou, no auditório do RDC, sobre o tema O Canadá no século XXI, um parceiro confiável para o Brasil.

Johnston destacou as semelhanças entre as duas nações, como o fato de ambas serem multiculturais, terem sido colonizadas e se desenvolvido tardiamente. O Governador enfatizou a importância da economia dos países e a força que eles têm unidos. “O mundo precisa do Brasil e do Canadá para ser bem-sucedido”, disse.

Outro ponto levantado foi a importância de transferir de novas tecnologias entre os países. Segundo Johnston, Brasil e Canadá devem trocar experiências para trazer novas ideias, e a melhor maneira de fazer isso é a partir do intercâmbio de estudantes e da troca entre universidades.

O Governador acredita que é importante se unir a universidades como a PUC, que tem preocupações ambientais e sociais, além de investir em pesquisas. “Nesses casos, um mais um acaba sendo mais de dois”, disse. Segundo Johnston, essas parcerias são um meio essencial de manter boas relações entre Brasil e Canadá.

 

Edição 254

 

Mais Recentes
Sustentabilidade é novo paradigma de desenvolvimento
Em palestra na PUC-Rio, pesquisadores do IBGE e professores do Centro de Ciências Sociais discutem a importância da leitura de indicadores sociais, e as lacunas nos dados
Fevuc: remodelação da aparência
Convidados refletem sobre as mudanças que cada indivíduo passa para se integrar às regras impostas pela sociedade
Pilotis recebem doações para as milhares de vítimas do furacão no Haiti
Reitor conclama Comunidade PUC para aderir à campanha. Feijão, arroz e leite em pó são prioridade. Arca da Solidariedade está nos Pilotis do Kennedy.