Democracia digital
05/07/2022 18:01
Carolina Smolentzov e Victória Reis

Vice-Reitoria Comunitária entrega nova leva de computadores para alunos de baixa renda por meio do FESP.

Alunos beneficiados pela doação: Aline Silva, Jefferson Rodrigo, Isabella Marinho e Antonio Augusto (Foto: Victória Reis)

Durante a pandemia de covid-19, os computadores desempenharam um papel essencial para garantir as aulas on-line, mas estudantes em situação de vulnerabilidade social tiveram dificuldades para acompanhar a mudança.  

Com isso em mente, a PUC-Rio criou a campanha de Inclusão Digital que disponibiliza aparelhos eletrônicos, por meio do Fundo Emergencial de Solidariedade da PUC-Rio (FESP). Para contemplar mais alunos que necessitam do benefício, no dia 5 de julho, o Vice-Reitor Comunitário, professor Augusto Sampaio, fez a entrega de mais 30 computadores, doados pelo professor Marcelo Gattass, diretor do Instituto Tecgraf.

Professor Augusto Sampaio afirma que a Universidade sempre teve a preocupação de contribuir com a vida acadêmica dos estudantes de baixa renda e, como instituição privada, foi pioneira na inclusão social. A iniciativa da campanha surgiu dos vices-decanos do Centro Técnico Científico (CTC), Centro de Ciências Sociais (CCS), Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH) e Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) e foi apoiada pela Vice-Reitoria Comunitária (VRC).

-  A ideia da doação dos computadores é uma consequência natural da utilidade pública desta Universidade e dessa visão abrangente do aluno e da sociedade, para poder estar presente em momentos como estes. O objetivo é que todos os alunos tenham condições de uma maneira democrática de acompanhar a universidade, ressaltou o Vice-Reitor.

Vice-Reitor Comunitário professor Augusto Sampaio (Foto: Victória Reis)

Entre os beneficiados pela ação, está o aluno do 7º período de Geografia Antônio Augusto. Segundo ele, a doação dos computadores auxilia principalmente no acompanhamento das aulas on-line e confecção de trabalhos. Assim, como é o caso da universitária do 6° período de Serviço Social Isabella Marinho, moradora de São Gonçalo. De acordo com a estudante, o FESP exerce um papel essencial na jornada dela como universitária e o auxílio digital é fundamental para o acompanhamento das aulas. 

- No curso de Serviço Social, os alunos do 6º período apenas têm aula presencial na segunda-feira, sendo o restante on-line. Por morar longe é melhor não vir à PUC e ter um computador em casa, até porque vou iniciar a elaboração do meu TCC. No próximo semestre, se tivermos aulas presencialmente, eu poderia sair da Universidade às 21h e chegar em casa 23h, mas sem um computador, teria que ficar na PUC e chegaria quase uma da manhã. 

Uma das coordenadoras do FESP, Jéssica Vieira, afirma que os principais auxílios concedidos pelo fundo são de transporte e alimentação. A necessidade da assistência digital veio com o início das aulas remotas, período em que a Universidade precisou rapidamente adaptar os serviços oferecidos aos alunos - mas continua uma realidade para muitos deles.

- Depois de dois anos de pandemia, o estudo híbrido é uma realidade hoje em dia. O auxílio computador vem com a necessidade destes alunos de serem atendidos com um benefício para possibilitar uma qualidade de estudo maior. 

Para apoiar o FESP através de doações, acesse o site: http://www.puc-rio.br/sobrepuc/admin/vrc/doador.html

Mais Recentes
Imortal ‘Divina Cleo’
Integrante da ABL, Cleonice Berardinelli era uma especialista da obra do poeta português Fernando Pessoa
Laboratório de fabricar esperança
Projeto social capacitou 22 jovens de comunidades no curso técnico de Design das Mídias
Magia do Natal em sala de aula
Inspirada na comemoração do nascimento de Cristo, estudante de Letras cria poema como avaliação de G2