Dez anos de Francisco
25/04/2023 17:45
Julia Sabino

A PUC-Rio comemora a década do pontificado do Papa com um encontro no Centro Loyola de Fé e Cultura

Comemoração foi realizada no Centro Loyola de Fé e Cultura. Foto: Kathleen Chelles

O Papa Francisco marca 10 anos de pontificado, e a PUC-Rio lembrou da data em um encontro no Centro Loyola de Fé e Cultura, no dia 19. O Vice-Reitor Geral da Universidade, Padre André Luís de Araújo, S. J., e o assessor especial da Reitoria para formação de Identidade e Missão, Padre Abel de Sousa, S. J., se reuniram para discorrer sobre a década franciscana, mediados pelo pós-doutorando em Filosofia na PUC-Rio, Bruno Albuquerque. Com o tema “Estradas e Janelas de um Pontificado”, a discussão usou como base o documento "Veritatis Gaudium", (“A Alegria da Verdade”, em português) publicado em 2018. Um dos pontos ressaltados pela Constituição Apostólica é o papel das instituições escolares eclesiásticas.

O Vice-Reitor Geral destacou como a palavra “alegria” aparece constantemente nos documentos do Papa Francisco. Seja para descrever o Evangelho, as criaturas do Senhor ou a fraternidade universal. Para Padre André, este substantivo é o grande foco da Constituição Apostólica, descrito de forma realista e enraizada no catolicismo. Também foi colocado em pauta o papel da PUC-Rio para o âmbito cultural. 

- A Universidade tem passado por renovação. Temos seguido os passos luminosos com a alegria do Papa Francisco. Hoje, há um mosaico cultural na Instituição, e é importante ter esse encontro de culturas. Estamos de braços abertos para receber pessoas de forma plural - afirmou Padre André Luís.

Para o jesuíta, o documento é inspirador, regulador e normativo. Ele define o chefe da Igreja Católica como “um realista esperançoso”, que procura responder à altura do que está em questão no momento, mas sem tirar os pés do chão.

Padre Abel trouxe a interpretação dele sobre o  "Veritatis Gaudium". Para ele, o cristianismo conversa diretamente com educação, e as instituições devem abrir espaço para diálogos e encontros. Segundo o assessor especial da Reitoria, com atitudes baseadas em Jesus, impulsionadas pelo Papa Francisco, a Igreja e a PUC-Rio caminham para uma “Universidade em Saída”, alusão que fez ao título do seu livro, resultado da tese de doutorado, com prefácio do ex-reitor da PUC-Minas, Dom Joaquim Mol.

- A saída proposta pelo chefe da Igreja Católica é abrir as portas para os seres humanos. É importante ressaltar que o medo paralisa e bloqueia nossas melhores energias. Ele é o que nos leva a rejeitar e condenar tudo aquilo que esteja fora da nossa bolha - disse.

Padre Abel relata interpretação sobre o 'Veritatis Gaudium'. Foto: Kathleen Chelles

Professor de Cultura Religiosa, o jesuíta considera que a educação é, de certo modo, uma transcendência, da mesma forma que, ressaltou, toda religião é educativa. Portanto, concluiu que o documento assinado pelo chefe da Igreja Católica fornece visões sobre o ensino baseadas nas experiências pessoais de Papa Francisco, e da compreensão dele sobre a identidade e a missão das instituições religiosas.

Mais Recentes
Os vários papéis da polícia no Mundo Atlântico
Encontros da História da PUC-Rio reuniram palestrantes da Itália, México e Brasil
Alunos terão desconto em moradia universitária
PUC-Rio fechou parceria com Uliving, maior rede deste tipo de serviço no país
Luz, câmera, renovação
Estúdios de gravação de televisão e rádio reabrem após reforma