A era da influência digital na moda
12/05/2023 17:29
Julia Sabino

Com mais de 800 mil seguidores no Instagram, a carioca Lelê Burnier lota sala no Leme

Influenciadora Lelê Burnier dá sua primeira palestra. Foto: Caio Matheus

Sofisticação, refinamento e criatividade. Esta é a imagem que a influenciadora digital Lelê Burnier passa para os mais de 800 mil seguidores no Instagram. Ex- aluna de Design de Produtos na PUC-Rio, a tiktoker voltou a casa para sua primeira palestra, que lotou a sala  na última quarta-feira, durante a 3ª Semana de Design. Em um tom animado e carismático, a jovem de 26 anos dividiu com os ouvintes histórias que vivenciou na Universidade, como ela organiza as redes sociais e o respeito mútuo que divide com os fãs. Como surpresa, ela trouxe o vestido que usou no Baile da Vogue em 2022, produção da marca Martu com direção criativa da stylist Juliana de Paiva.

Vestido usado pela influenciadora no Baile da Vogue 2023. Foto: Reprodução/Instagram

A carioca faz sucesso com combinações de cores e estampas inusitadas, que ressaltam a beleza com um elemento “estranho” nos looks. Em 2021, veio a explosão de seguidores da influenciadora no TikTok com o quadro “Arrume-se Comigo”, em que a jovem escolhe roupas para sair enquanto pede ajuda para os seguidores. De uma maneira intimista ao usar apenas um roupão branco, Lelê conseguiu criar uma relação de amizade com o público. 

- Eu acho que ganho no carisma. Sabia que se eu só mostrasse uma foto do meu look no espelho não ia ser meu diferencial. Queria mostrar para as pessoas como faço o pensamento para construir o look, como se fosse uma tela limpa, para eu criar em cima daquilo. Peguei meu roupão, fiquei em frente a minha câmera e comecei - contou.

Formada também na Escola de Maquiagem de Lisboa, e em Consultoria de Imagem no SENAC, Lelê criou uma própria linguagem que gerou uma aproximação com os seguidores. A repercussão foi tanta que o engajamento dela chega a 7,09% - o de Kim Kardashian, com 355 milhões de seguidores, é de 2,24%. A influenciadora conquistou as redes com o estilo criativo, moderno e romântico. Para ela, saber usar a imagem a seu favor é fundamental.

- A identificação do estilo pessoal foi essencial para mim como influenciadora. Quando as pessoas olham para mim, eu gostaria que elas me identificassem com três palavras: sofisticação, refinamento e criatividade. Isso é o que a gente identifica todos os dias na nossa imagem - afirmou.

Lelê divide seu engajamento com a plateia. Foto: Caio Matheus

A ex-aluna da PUC-Rio também alertou aos ouvintes sobre as tendências no mundo fashion. Para ela, o mais importante é  manter as modas do momento no próprio estilo, sem ceder à pressão de usar algo só porque é popular no momento.

A criatividade de Lelê não tem limites. Para montar novos looks, ela se guia pelas tendências de redes sociais como Pinterest e segue criadores de conteúdo nas redes sociais. A carioca afirmou que mesmo em momentos de lazer, como ver um filme, está em processo de “ócio criativo”. Nessas horas, observa o mundo de outra forma.

- A inspiração pode vir de qualquer lugar. Gosto de seguir stylists e diretores criativos das marcas, e sempre estou buscando em lojas na Europa e nos Estados Unidos. Faço isto como pesquisa para saber o que as pessoas estão usando - disse.

Apesar de não ter seguido a carreira de designer, a influenciadora acredita que o curso a ajudou no mundo da internet. Ao voltar para sua primeira palestra, Lelê afirmou estar honrada com o convite.

- Conhecimento só agrega, o design abriu minha cabeça e me ensinou muito sobre estética. Estou muito feliz por estar aqui. Minha mãe e minha vó estudaram na Universidade. Quero voltar mais vezes - confessou.

Mais Recentes
Os vários papéis da polícia no Mundo Atlântico
Encontros da História da PUC-Rio reuniram palestrantes da Itália, México e Brasil
Alunos terão desconto em moradia universitária
PUC-Rio fechou parceria com Uliving, maior rede deste tipo de serviço no país
Luz, câmera, renovação
Estúdios de gravação de televisão e rádio reabrem após reforma