Embalado por práticas ecológicas, Arraiá da PUC-Rio vai poupar 14 mil copos descartáveis
22/06/2017 17:20
Helena Carmona

Blocos, DJs e quadrilhas somam-se ao compasso sustentável da folia junina, no próximo sábado.

Quando a fusão de sons abrir o Arraiá da PUC, no próximo sábado (24), às duas da tarde, a área vermelha do estacionamento será animada não só pela riqueza musical, das tradicionais quadrilhas a blocos de rua como Agytoé e Carimbloco. A festa ganhará o embalo também das práticas sustentáveis. A mais incisiva, parceria entre o DCE e a Capim SeloVerde, prevê a economia de 14 mil copos descartáveis. Em vez de usá-los, como é comum nesses casos, os participantes da folia junina poderão recorrer a copos reaproveitáveis (R$ 5, a unidade).

Menina dançando quadrilha no Arraiá de 2016. Foto: What The Fox.

À fartura musical, composta também por DJs, soma-se um cardápio de 30 barracas com brincadeiras e comidas típicas. Como em anos anteriores, a festa vai conjugar ritmos e danças nordestinos, inclusive nas quadrilhas, com blocos de rua (Agytoé, Carimbloco e Terreirada Cearense, que se apresenta com Geraldo Junior). O repertório será comandado pelos DJs Ingrid Nepomuceno, Edu Rio e DJamal. 

Os ingressos para o arraiá da PUC, disponíveis até a próxima sexta-feira (23), podem ser comprados pela internet ou na ouvidoria do DCE (casa II na Vila dos Diretórios), nos pilotis do Edifício da Amizade na PUC-Rio. Também são vendidos por comissários em diversos bairros da cidade, listados na descrição do evento no facebook.

Os preços variam entre R$ 5, para funcionários e alunos bolsistas (integrais); R$ 15, para alunos; e R$ 20, para convidados. Para as primeiras categorias, é necessário apresentar declaração de bolsa, carteira de funcionário ou estudantil na compra e na chagada à festa. Crianças menores de 12 anos não pagam.

Foto: What The Fox

Segundo o Departamento de Segurança e Parqueamento, o estacionamento rotativo funcionará normalmente até as 18h. Depois deste horário, estará totalmente dedicado aos participantes da festa até as 23h30 (tarifa a R$ 10). Há limite de 400 vagas. Recomenda-se a opção preferencial pelo transporte público.

Eco copo, a novidade verde

No Brasil, mais de 100 milhões de copos descartáveis são jogados fora todos os dias. Pela estimativa do DCE, o volume chegaria a aproximadamente 14 mil no Arraiá da PUC-Rio. Para evitá-lo, os organizadores sugrerem a adoção do eco copo, reutilizável, disponível por R$ 5 no estande da Capim SeloVerde. O dinheiro pode ser resgatado se o copo for devolvido, no fim da festa.

Mais Recentes
Trinta e dois pontos de reflexão
Padre Josafá Carlos de Siqueira S.J. lança livro sobre questões vivenciadas no ambiente universitário
Favelas do Rio em forma de conto
Autor do livro O Sol na Cabeça, Geovani Martins participa de bate-papo sobre a obra
A ginga de IZA
Ex-aluna da Universidade, cantora conversa com alunos sobre a indústria musical e representatividade