Novos professores eméritos reforçam diálogo interdisciplinar e geracional
03/07/2017 12:44
Helena Carmona

Na cerimônia que concedeu o título a Maura Iglésias, Mário França de Miranda, Luiz Antonio Luzio Coelho e Maurício Nogueira Frota, decano do Centro de Teologia e Ciências Humanas, Júlio Diniz, lembrou importância do intercâmbio entre áreas e entre mestres e alunos.

Foto: Isabella Lacerda

Professores e notáveis da PUC-Rio lotaram a sala do Conselho Universitário para acompanhar, quinta-feira passada, a cerimônia que tornava eméritos os professores Maura Iglésias, Mário França de Miranda, Luiz Antonio Luzio Coelho e Maurício Nogueira Frota. A formalidade desdobrou-se num reconhecimento também ao intercâmbio geracional entre mestres e alunos, ressaltado pelo decano do Centro de Teologia e Ciências Humanas (CTCH), Júlio Diniz, e à busca permanente de aprimoramento. Assim destacou o reitor, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., para o qual os títulos concedidos representam um estímulo a novas conquistas, impulsionadas pelo espírito de cooperação interdisciplinar:

— É importante reconhecer que, apesar do muito que se fez, ainda há muito o que fazer pelos que virão — projetou. 

Foto: Isabella Lacerda

Maura Iglésias / Foto: Isabella Lacerda

Graduada em Direiro pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Maura Iglésias fez mestrado em Filosofia na New School for Social Research, de Nova York, e doutorado em Filosofia na universidade parisiense de Sorbonne. Na PUC-Rio, foi pioneira no estudo da filosofia antiga a partir de textos originais, em língua grega, e fundou o Núcleo de Filosofia Antiga (Nufa). A professora se diz “muito orgulhosa” de ter influenciado o estudo da filosofia antiga no país:

— Contaram que antes de eu chegar [à PUC-Rio], os alunos quase não buscavam por Platão na biblioteca. É muito bom saber que influenciei esse interesse. Quando retornei ao Brasil, depois de 11 anos fora, me disseram que aqui não se estudava essa área da filosofia. Acho que o meu mérito é ter formado alunos responsáveis por outros núcleos de estudo de filosofia antiga pelo Brasil, assim como eu fundei o Nufa.

Mário de França Miranda / Foto: Isabella Lacerda

O padre Mário de França Miranda, S.J., é graduado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1962). Mestre em Teologia pela Universidade de Innsbruck, na Áustria, e doutor em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, ele tornou-se o primeiro brasileiro a receber o Prêmio Ratzinger de Teologia. O mériro é concedido pela Fundação Vaticana Joseph Ratzinger-Papa Bento XVI aos teólogos que se destacam pela investigação científica. Ao agradecer o título de professor emérito da PUC-Rio, Miranda alertou: “o perigo da teologia é ficar fechada para as questões postas pela sociedade”.

— Eu me encontrei na PUC-Rio porque aqui a faculdade de teologia dialoga com outras, principalmente a de filosofia. Isso obriga que a teologia reaja às questões da sociedade. Tem sido uma tarefa da Igreja ouvir a sociedade e respondê-la a partir da fé — acrescentou.

Luiz Antonio Luzio Coelho / Foto: Isabella Lacerda

Já Luiz Antonio Luzio Coelho é graduado em Direito, pela Universidade Cândido Mendes, e em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Rio. Fez mestrado (1979) e doutorado (1989) em Comunicação Social pela Media Ecology Program, da Universidade de Nova York, e fez pós-doutorado nas universidades inglesas de Reading e Birmingham. Ex-diretor do Instituto Interdisciplinar de Leitura PUC-Rio/iiLer, o qual abriga a Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio, o professor aproveitou o discurso de agradecimento para evocar mais nitidez sobre o mundo:

—  Um dos maiores problemas na atualidade é a incapacidade de enxergar o mundo como um texto para análise —  avalia.

Maurício Nogueira Frota / Foto: Isabella Lacerda

Com graduação em Engenharia Mecânica e mestrado em Termociências pela PUC-Rio, o professor Maurício Nogueira Frotacom especializou-se em "problemas do desenvolvimento econômico", pela univerdidade de Harvard. Também nos Estados Unidos, fez mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica na univerdidade de Stanford University. Tornou-se professor emérito do Programa de Pós-Graduação em Metrologia, que coordenava desde 1990.

Mais Recentes
Assembleia Universitária
Em sessão de final de ano, o Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J, apresentou o balanço da Universidade e das atividades acadêmicas realizadas em 2017
Novas oportunidades na representação estudantil
Os representantes eleitos para os Centros Acadêmicos e para o DCE Raul Amaro tomaram posse nessa terça-feira, 20.
Rotina que concilia treinos e orçamentos
O gerente de orçamento e projetos da PUC-Rio, Antonio Ferreira de Oliveira, se divide entre o ciclismo e a Universidade