Conhecimento por meio do diálogo
30/10/2018 11:46
Luana Vicentina

A Dignidade Re-Vista tem uma nova seção dedicada a entrevistas científicas. A primeira foi realizada com o Reitor da PUC-Rio, que comenta a encíclica Laudato Si’

Juliana Bonekamp, Padre Josafá e Gabriel Banaggia. Foto: Gabriela Azevedo.

Na quinta edição da Dignidade Re-Vista, periódico acadêmico semestral da Pastoral Universitária Anchieta sobre Direitos Humanos, duas novas sessões foram implementadas, com a finalidade de abranger as discussões teóricas do veículo e estimular os alunos a produzir artigos. A partir dessa edição, os graduandos poderão realizar entrevistas científicas e abordar outros temas, em uma sessão livre, reservada especialmente para isso.

Para inaugurar a sessão de entrevistas científicas, a graduanda do quarto período de Ciências Sociais Juliana Bonekamp, com a instrução do professor Gabriel Banaggia, do Departamento de Ciências Sociais, entrevistou o Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., sobre a encíclica Laudato Si’, do Papa Francisco, publicada em 2015, e também traçou o perfil do Reitor.

Criada no primeiro semestre de 2016, a revista on-line promove debates interdisciplinares sobre direitos humanos, valores éticos e cristãos. A funcionária Elaine de Azevedo Maria, da Pastoral Universitária, afirmou que o objetivo das entrevistas é provocar o conhecimento científico por meio do diálogo com especialistas. Assim como os outros artigos da revista, as entrevistas também serão realizadas por alunos de graduação, com a orientação de professores e pesquisadores da área.

— As grandes revistas científicas têm sessões de entrevista, por isso buscamos trazer essa inovação para a Dignidade Re-vista. A sessão livre foi pensada para os alunos que, muitas vezes, queriam escrever artigos sobre direitos humanos, mas que não estavam com a temática alinhada com a edição.

De acordo com Gabriel Banaggia, o assunto da entrevista foi motivado pela importância de abordar as questões socioambientais na atualidade. Ele ressaltou que o processo de produção da entrevista teve embasamento na leitura minuciosa dos livros do Reitor, e que esta foi uma verdadeira oportunidade didática.

— Padre Josafá é um dos maiores especialistas do mundo na encíclica, um grande defensor das pessoas e do meio ambiente. Ter a oportunidade de entrevistá-lo ajudou a renovar nossa fé, tanto na Instituição, quanto na mensagem da encíclica, e acreditar que isso vai contribuir para um mundo mais justo e menos desigual.

Para Juliana Bonekamp, a parceria com Banaggia foi fundamental para iniciar a trajetória de publicações acadêmicas. A aluna pontuou que, por meio dessa experiência, teve um primeiro contato com a técnica, a formulação e a edição do texto acadêmico. Para ela, é importante discutir as propostas da Laudato Si’ no meio universitário.

— Acabamos ficando presos aos textos acadêmicos e, muitas vezes, nos esquecemos da Casa Comum. Estar dentro da Universidade, ter contato com Reitor e trazer uma matéria interessante para a comunidade universitária foi gratificante.

A sexta edição da Dignidade Re-Vista já está fechada e em fase de produção. Mas o edital para a sétima edição está aberto, e os interessados devem enviar os artigos até abril de 2019. O tema da próxima edição será O legado de Marielle Franco. As informações estão disponíveis no site da Pastoral (www.pastoraluniversitaria.puc-rio.br). O aluno não precisa, obrigatoriamente, de orientador, mas pode convidar um professor para auxiliá-lo. Além do primeiro contato com a publicação acadêmica, são oferecidas 120 horas de atividades complementares para quem publicar um artigo.

Mais Recentes
Projeto para pessoas com deficiência auditiva vence Desafio
Parceria entre Departamento de Comunicação Social, Comunicar e Ecoa PUC-Rio premia melhores ideias de inovações em jornalismo
Cineasta dos sonhos interrompidos
O cineasta e professor Silvio Tendler, do Departamento de Comunicação Social, recebe homenagem pelos 51 anos do primeiro filme, A Revolta da Chibata. Até sexta-feira, haverá exibições de obras do documentarista, seguidas de debates.   
O futuro do meio ambiente
Simpósio debate dificuldades para o reflorestamento e a importância da participação da sociedade nesse processo